Pane do WhatsApp, Facebook e Instagram: a importância de se investir em backbone

Pane do WhatsApp, Facebook e Instagram: a importância de se investir em backbone

Na última segunda-feira (04/10/2021) o sistema do WhatsAppFacebook e Instagram  passou pela maior pane de suas histórias, ocasionada por uma falha nos ajustes internos. A pane durou cerca de 6 horas e deixou o mundo acesso, gerando assim um prejuízo de 6 Bilhões para seu dono, Mark Zuckerberg. O ponto central da falha estava nos roteadores de backbone, segundo a própria empresa.

O que é backbone?

A tradução do termo em inglês “backbone” no literal significa espinha dorsal e refere-se a ligações centrais em um sistema com várias conexões. Como é um conjunto de roteadores interligados entre si espalhados pelo mundo, um erro configuração resulta na perde de acesso de todos os roteadores associados a ele. Veja a ilustração

A falha

A empresa não explicou com detalhes como realizou a configuração errada para gerar a pane, mas especialistas indicam a causa mais provável: uma configuração que retirou os sites da empresa da rota do chamado “Border Gateway Protocol”, ou BGP.

Se os DNS é a agenda de contatos, o BGP é o sistema de navegação – o que decide qual rota a rede deve pegar para que a informação chegue corretamente.

Sem as rotas BGP para a rede do Facebook, os próprios servidores do Facebook ficaram inalcançáveis – incluindo o WhatsApp e o Instagram. Essa é a tese apontada pela Cloudflare, uma empresa de infraestrutura de internet que tem um serviço de DNS.

Na prática

Na prática, quando você envia um e-mail as informações saem do seu computador, passando da rede local até o backbone e assim que o destino da mensagem é encontrado, portanto a rede local recebe os dados para então repassar para o computador destino.

Na Internet encontram-se vários backbones divididos hierarquicamente, com o objetivo de manter sistemas internos com elevado desempenho a fim de controlar e monitorar o tráfego de dados. Existem os backbones de ligação intercontinental que são derivados dos backbones internacionais, sendo os backbones nacionais derivados destes.

Tecnicamente falando, os backbones precisam ser concebidos com protocolos e interfaces condizentes ao débito que se pretende utilizar. Desses protocolos, entre os utilizados destacam-se o ATM e o Frame Relay. Já no quesito hardware, a fibra óptica e a comunicação sem fios são os mais utilizados.

A solução

Uma boa configuração do backbone é primordial para o funcionamento do sistema de cabeamento estruturado e fibra óptica da sua empresa. Investir em boas soluções de backbone pode trazer muitos benefícios operacionais para ela.

Proteja o sistema de tecnologia de informação da sua empresa, invista num sistema de backbone eficiente e seguro. Para conhecer mais as nossas soluções e fazer um orçamento gratuito, fale conosco.

Clique aqui para falar com um consultor e saber mais.

Endereço comercial

RIO DE JANEIRO R. da Alfândega, 81 - 3o Andar
Centro, Rio de Janeiro - RJ
CEP 20070-004
e-mail comercial@ghwesco.comtelefone 21 2131-7662
SÃO PAULO Rua Machado Bitencourt, 361 - Sala 404
Vila Clementino, São Paulo - SP
CEP 04044-001

© GHWesco 2021 - Todos os direitos reservados

Quer saber mais? Fale com um consultor