Identifique qual é o sistema ideal de detecção e alarme de incêndio para a segurança do seu cliente

Identifique qual é o sistema ideal de detecção e alarme de incêndio para a segurança do seu cliente

Além de ser obrigatório em diversas situações, um sistema de detecção de incêndio possui duas principais funções: proteger vidas e o patrimônio. Em todos os Estados do Brasil, esse equipamento já é obrigatório em todos os espaços que estão sujeitos a grandes aglomerações e circulação de pessoas.

O que diferencia os modelos e tipos de sistema de detecção e alarme de incêndio, é o modo de instalação e operação, que pode ser: convencional, analógico ou endereçável. Cada um desses modelos atende a necessidades diferentes, e é sobre isso que iremos tratar nesse artigo. Confira a seguir!

Sistema Convencional

O sistema de detecção e alarme de incêndio convencional é utilizado para casos onde não existe a necessidade de determinar a localização do foco de incêndio. Isso porque, os dispositivos que compõe esse sistema realizam a cobertura de uma zona ou setor. Caso haja o disparo e a central for notificada, é possível se identificar qual dos equipamentos foi acionado. Por exemplo: o alarme do terceiro andar do edifício emitiu um alerta.

Esses alarmes possuem detectores ligados a uma central de segurança, e quando acionados, notificam essa central sobre a incidência do incêndio.

Sistema Analógico

Esse tipo de alarme costuma ser utilizado em grandes instalações ou construções, e diferentemente do sistema convencional, ele pode direcionar o alerta diretamente para o foco do incêndio. Esse sistema possui diversos recursos que melhoram a funcionalidade dos equipamentos.

Sistemas Endereçáveis

Em sua estrutura, o sistema endereçável é muito semelhante ao sistema convencional. A principal diferença é que cada um dos dispositivos pode ser reconhecido com bastante precisão. Cada um deles recebe um número, também chamado de endereço, e caso ocorra alguma situação e um dos dispositivos for acionado, a central saberá exatamente o ponto da incidência.

Por fornecer informações mais precisas, esse sistema proporciona mais agilidade no atendimento dos chamados e uma prevenção de incêndios otimizada. Ao informar a central sobre a localização exata do incêndio, as equipes de combate poderão agir de forma mais assertiva e rápida, reduzindo riscos e o aumento do perigo de se combater incêndios de maiores proporções. O sistema de detecção e alarme de incêndio endereçável costuma ser utilizado em áreas de maior risco e necessidade de combate rápido, como hospitais, clínicas médicas, data centers, casa de repouso, empresas que lidam com produtos nocivos, entre outros.

Outra função que esse sistema possui é o fato de que a central de controle consegue administrar e controlar os dispositivos de forma individual. Isso permite que o funcionamento dos equipamentos seja monitorado, prevenindo falhas no sistema. Realizando esse monitoramento, é possível identificar o momento de realizar trocas e reparos, garantindo que o ambiente permaneça seguro. Os dispositivos utilizam protocolos proprietários, ou seja, os equipamentos utilizados na central de monitoramento devem utilizar o mesmo sistema de comunicação.

O que você achou do nosso artigo? Se estiver procurando uma empresa para te auxiliar no sistema de alarme da sua empresa ou residência, a GH Wesco tem parceria com as maiores empresas de equipamentos de Detecção de Incêndio do mercado. Encontre aqui Centrais, Detectores, Acionadores, Sirenes e muito mais.