Como aplicar a depreciação de equipamentos no seu custo

Como aplicar a depreciação de equipamentos no seu custo

A depreciação de equipamentos é um fator que se deve levar em consideração na gestão dos custos de uma empresa. Isso por um motivo simples: a partir do momento que se adquire um equipamento, ele começa a perder valor, esteja sendo usado ou não.

Essa desvalorização ocorre, basicamente, por duas razões: a primeira é pelo uso, e a segunda pelo desenvolvimento tecnológico, que pode ser demonstrado quando uma nova versão do equipamento é lançada no mercado.

Mas, como aplicar a depreciação dos equipamentos no custo de sua empresa? Se você carrega essa dúvida ou, simplesmente, deseja saber mais sobre esse assunto, continue a leitura.

A importância de entender a depreciação de equipamento

Antes de tudo, é essencial compreender a importância do cálculo da depreciação de equipamentos, no sentido de garantir que sua empresa mantenha o valor dos seus ativos.

Mas, então, o cálculo da depreciação de equipamentos é importante para sua empresa, uma vez que a ajuda a precificar corretamente o valor dos seus produtos e serviços, levando em consideração esse fator. Em outras palavras, contribui para que forme o valor dos seus produtos considerando a depreciação dos equipamentos que sua empresa utiliza.

Com isso, a sua organização poderá não apenas manter o valor dos seus ativos ou recuperar o valor investido, mas também poderá comprar novos equipamentos e, assim, mantê-la renovada e atualizada, algo que é essencial para quem busca se manter competitivo no mercado.

Mas, como calcular a depreciação de equipamento?

Há duas formas de se calcular a depreciação de equipamentos. Veja:

1. Linear

Esse método de cálculo da depreciação de equipamentos apresenta uma fórmula simples. Confira: Da = (VA-VR) ÷ N, em que Depreciação = (valor de aquisição – valor residual) / vida útil.

2. Acelerada

Esse é o método mais utilizado pelas empresas, de uma forma geral. Essa técnica considera que, a cada ano, o desgaste em torno do equipamento aumenta de forma progressiva (e não de forma contínua). Ao considerar isso, esse método faz uma dedução maior nos primeiros anos e menor nos subsequentes. Basicamente, sua fórmula consiste em calcular o valor da aquisição X a taxa de depreciação.

A depreciação é um custo invisível

Como vimos, realizar o cálculo da depreciação de equipamentos é importante para sua empresa, pois faz com que ela mantenha seus ativos valorizados. No entanto, não podemos deixar de considerar que o cálculo pode ser bastante confuso para quem não tem o hábito de fazê-lo. Por isso, o mais recomendado é contar com ferramentas que podem auxiliar na realização do cálculo da depreciação de equipamentos.

O que achou deste conteúdo? Esperamos que tenha gostado. A boa notícia é que você pode acompanhar as publicações de outros artigos e, assim, manter-se atualizado com relação ao vasto mundo da gestão, que envolve, por exemplo, o cálculo da depreciação de equipamentos.

Você sabia que a GH Wesco é uma das empresas líderes no segmento de distribuição de produtos e equipamentos para telecomunicações, cabeamento estruturado, data center, CFTV, controle de acesso, alarme de intrusão e detecção de incêndio? Para conhecer melhor nossos produtos, não deixe de acessar nosso site.